Esportes

Olimpíada de Tóquio é adiada por até 1 ano em função da pandemia de coronavírus

Olimpíada de Tóquio seria realizada de 24 de julho a 9 de agosto

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, disse nesta terça-feira (24) que chegou a um acordo com o presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, para adiar a Olimpíada de Tóquio 2020 por um ano em razão da pandemia do novo coronavírus.

+Messi, Buffon e Alisson participam de campanha da Fifa e OMS

+Canadá não estará em Tóquio-2020 se evento não for adiado

Em nota oficial, o COI informou que “a disseminação sem precedentes e imprevisível do surto está deteriorando a situação no mundo”, e citou o que foi dito ontem pelo diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS), Tedros Adhanom, sobre a pandemia estar se “acelerando”, com mais de 375 mil casos confirmados em quase todos os países do planeta.

“Nas circunstâncias atuais e com base na informação fornecida pela OMS, o presidente do COI e o primeiro-ministro do Japão concluíram que a Olimpíada de Tóquio deve ser adiada para além de 2020 (…) para garantir a segurança dos atletas, de todos os envolvidos nos Jogos e da comunidade internacional”, diz o comunicado.

“Os líderes concordam que a Olimpíada de Tóquio é um farol de esperança para o mundo durante esses tempos difíceis, e a chama olímpica pode se tornar a luz no fim do túnel no qual o planeta se encontra agora. Por isso, foi determinado que a chama olímpica permanecerá no Japão”, informa a nota.

A Olimpíada já foi adiada três vezes na história moderna: em 1916, 1940 e 1944, todas as vezes em razão de guerras.

+Com coronavírus, jogador da NBA relata perda de olfato e paladar

Na segunda-feira (23), o premiê japonês admitiu a possibilidade de adiamento da competição, prevista para ter início em julho, por conta da crise global causada pela COVID-19. A declaração ocorreu um dia depois de o COI declarar que estudava mudar o cronograma original da Olimpíada.

“Se for difícil realizar os Jogos dessa maneira, temos que decidir adiá-los, dando prioridade máxima [à saúde dos] atletas”, disse Abe.

O COI vinha sendo pressionado a adiar os Jogos Olímpicos, que seriam realizados de 24 de julho a 9 de agosto, em meio à disseminação do novo coronavírus em todo o mundo.

Austrália e Canadá anunciaram na segunda-feira que não enviariam seus atletas a Tóquio este ano. Hoje, o Comitê Olímpico e Paralímpico dos Estados Unidos solicitou que os Jogos deste ano fossem adiados.

Prejuízos

As implicações financeiras causadas pelo adiamento da Olimpíada podem ser enormes. O custo para sediar o evento foi cerca de 12,35 bilhões de dólares, informaram os organizadores em dezembro.

Contudo, segundo a agência Reuters, esse valor não inclui as despesas de mudar a maratona e as competições de velocidade de Tóquio para Sapporo, com o objetivo de evitar o calor do verão local.

Patrocinadores, seguradoras e emissoras de TV também investiram bilhões de dólares nos Jogos.

(Com Reuters) logo

Tags
Mostre mais

Artigos relacionados

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Portal Meacheaki Noticias e Entretenimento. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Close