Saúde

O que o chá, o vinho e chocolate têm em comum?

Um novo estudo apurou que o consumo de chá, vinho, chocolate preto e de certas frutas e vegetais pode diminuir significativamente o risco de desenvolver demência.

Um novo estudo apurou que o consumo de chá, vinho, chocolate preto e de certas frutas e vegetais pode diminuir significativamente o risco de desenvolver demência, e sobretudo o tipo mais comum desta enfermidade – a doença de Alzheimer. E tudo isto se deve ao alto teor de flavonoides presentes nestes alimentos.

Segundo a publicação Live Science, os flavonoides são um grupo de fitonutrientes responsáveis pelas cores vivas dos legumes e frutas, juntamente com os carotenoides. Estas substâncias são igualmente conhecidas pelos seus benefícios para a saúde, tais como a regulação da tensão arterial e dos níveis de açúcar no sangue, contribuírem para uma pele bonita, jovem e protegida, e principalmente por protegerem e melhorarem o funcionamento do cérebro.

VEJA TAMBÉM

De olho na saúde: seis razões para consumir milho regularmente

Intestino ativo logo pela manhã: Três alimentos que vão ajudar

Emagreça comendo banana: tudo que você precisa saber sobre a dieta japonesa

No novo estudo os pesquisadores determinaram como o consumo de dietas ricas em flavonoides ajudou atenuar o risco de demência e de Alzheimer em 2.800 indivíduos, com 50 ou mais anos de idade.

Os cientistas indicaram que apesar de ainda não existir um tratamento eficaz ou cura contra a doença de Alzheimer e outras demências, existem “fatores de risco modificáveis” que podem sim diminuir o risco de desenvolver estas condições. Entre esses fatores está o tipo de regime alimentar e como tal os acadêmicos procuraram evidências de como os alimentos ricos em flavonoides podem potencialmente reduzir o risco de demência. 

No início da pesquisa, nenhum dos participantes sofria de Alzheimer ou de demência. Contudo, após algum tempo, um número deles foi diagnosticado com essas doenças neurológicas degenerativas. Tendo como base os levantamentos realizados, os pesquisadores apuraram que aqueles que haviam consumido mais alimentos e bebidas ricas em flavonoides diminuíram drasticamente os riscos associados ao declínio cognitivo.

 

Tags
Mostre mais

Artigos relacionados

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Portal Meacheaki Noticias e Entretenimento. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Close