BrasilNotÍcias

Idosa de 63 anos é arrastada por carro e diz: ‘não tenho raiva’

A vendedora, que trabalha para pagar o INNS, acabou ganhando uma vaquinha solidária

Marina Izidoro de Morais, de 63 anos, foi arrastada  por cerca de 100 metros após negar balões de graça ao empresário William Wesley Lelis Vieira, de 34 anos. O caso aconteceu em Taguatinga, no Distrito Federal, na noite de sábado (15).

 Em entrevista ao G1 Distrito Federal, a vendedora de balões explicou que o motorista afirmou que só tinha dinheiro para um balão. “Comecei a separar o balão e uma mulher que estava no banco do passageiro puxou o produto. Nesse momento, o motorista fechou o vidro e arrancou com o veículo”, explicou a vendedora.

 Como os balões estavam amarrados ao braço de Marina, ela acabou sendo arrastada pelo carro e somente parou quando as bexigas se soltaram.” Eles arrastaram. Pensei que ia morrer.”

 A vendedora, que trabalha para pagar o INNS,  acabou ganhando uma vaquinha solidária. Uma leitora do site Razões entrou em contato com os fundadores da página, Vicente Carvalho e Marcelo Martins. Para ajudar a vendedora de balões, eles lançaram a plataforma de financiamento VOAA: vaquinha online com amor e afeto.

 “Ligamos pra ela e nos colocamos a disposição”, disse Marcelo. Segundo ele, ao final da arrecadação”, disse em entrevista ao G1. Até a noite desta terça, a vaquinha já havia arrecadado cerca de R$ 30 mil”, disse  ao portal.

“Eu não tenho raiva do rapaz que fez isso comigo, mesmo achando que foi por maldade. Eu só quero que seja feita Justiça pra que esse tipo de coisa não aconteça com mais ninguém”, relatou ainda a vendedora.  Em depoimento à polícia, o empresário disse que ‘não percebeu’.”Notei que o carro estava muito pesado, abri o vidro e soltei os balões”, afirmou.

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close