NotÍciasTecnologia

Facebook é acusado de divulgar conversas privadas

Informações teriam sido compartilhadas com as plataformas Spotify e Netflix

O Messenger é o aplicativo responsável pela troca de mensagens do Facebook. Teoricamente, todas as conversas realizadas na ferramenta eram sigilosas e livre de qualquer risco de divulgação. Só tem um porém: a rede social de Mark Zuckerberg está sendo acusada de ter vazado conteúdos confidenciais.

Uma investigação realizada pelo jornal The New York Times denunciou que empresas grandes do ramo tecnológico, dentre elas Spotify e Netflix, tiveram acesso as mensagens trocadas pelo Messenger sem o menor consentimento dos usuários.

E não foi quebra de sigilo. A permissão veio do próprio Facebook. Além de ter acesso a troca de mensagens de mais de 70 milhões de usuários do Facebook por mês, as empresas poderiam ler, escrever e até deletar as mensagens dos usuários.

Ainda de acordo com a reportagem,  o acesso aos dados que essas empresas parceiras tiveram supera o acesso conseguido pelos aplicativos do escândalo da Cambridge Analytica, consultoria que desempenhou papel central no vazamento maciço e uso não autorizado de dados pessoais do Facebook.

De acordo com a rede social, isso aconteceu para possibilitar uma interação entre as plataformas, como, por exemplo, fazer login no Spotify usando a conta do Facebook.

Apesar de confirmar o acesso das empresas nas conversas dos usuários, o Facebook nega que tenha ocorrido abuso de poder. Com informações Correio 24 Horas

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
%d blogueiros gostam disto: