Tecnologia

EUA relaxam restrições à companhia chinesa Huawei

Isso garante continuidade das operações para os usuários de celulares existentes

O governo dos Estados Unidos relaxou temporariamente restrições comerciais impostas na semana passada à companhia Huawei, da China, numa decisão voltada a minimizar problemas para seus clientes. O Departamento do Comércio diz em nota que a licença entrou em vigor na segunda-feira (20), e vale por 90 dias.

O secretário de Comércio americano, Wilbur Ross, afirmou que isso possibilitará a manutenção de redes de negócios existentes e a realização de atualizações nos dispositivos existentes da empresa asiática, a maior fabricante de equipamentos de telecomunicações do mundo. O governo americano disse que permitirá transações “específicas, limitadas” envolvendo os itens da Huawei e suas 69 afiliadas de fora dos EUA, o que garantirá a continuidade das operações para os usuários de celulares existentes e de redes rurais de banda larga da empresa.

Nessa segunda, o Google começou a suspender alguns serviços para smartphones fabricados pela Huawei. Entre os serviços afetados estava o Gmail e o YouTube. A Huawei, que recentemente ultrapassou a Apple como segunda maior fornecedora de smartphones do mundo e agora está atrás apenas da Samsung, depende do sistema operacional Android, do Google, para rodar seus aparelhos.

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close