BahiaNotÍcias

Empresário é preso por aplicar golpes de mais de R$ 100 mil com ofertas de produtos que seriam adquiridos em leilões

Crimes ocorreram em Salvador. Rodrigo oferecia a clientes aparelhos eletrônicos a preços mais baratos; após fechar negócio, ele recebia o pagamento, mas não entregava os produtos aos compradores.

O empresário Rodrigo Soares Gois, proprietário da empresa Sirigueijo Delivery, foi preso por aplicar golpes de mais de R$ 100 mil. Ele foi apresentado pela Polícia Civil nesta segunda-feira (6) e vai responder por crime de estelionato.

De acordo com a Polícia Civil, Rodrigo oferecia a clientes aparelhos eletrônicos, como celulares e computadores, a preços mais baratos que o de mercado. Os produtos, segundo ele, eram arrematados em leilões da Receita Federal. O empresário alegava aos clientes que conhecia um funcionário da Receita que facilitava o acesso aos produtos. Após fechar o negócio, ele recebia o pagamento, no entanto, não entregava os produtos aos compradores.

A denúncia foi feita à Delegacia de Repressão a Furtos de Roubos (DRFR) por cinco médicas que depositaram cerca de R$ 10 mil na conta de Rodrigo para a compra de telefones celulares mas, após esperarem cerca de três meses, não receberam os aparelhos.

+Dono de delivery em Salvador é preso por aplicar golpes de R$ 100 mil

Após a denúncia, a DRFR descobriu, por meio de investigações, que o empresário aplicava o mesmo golpe desde 2012 e já havia feito mais de 20 vítimas. Além de equipamentos eletrônicos, ele também chegou a comercializar terrenos, sob a mesma alegação de que seria adquirido em leilões.

De acordo com a delegada titular da DRFR, Carla Ramos, o empresário utilizava o bom relacionamento com os clientes da Sirigueijo Delivery para oferecer os produtos eletrônicos. “A empresa funcionava normalmente e servia apenas para mostrar que ele era uma pessoa bem relacionada. Inclusive, o delivery está registrado em nome de outra pessoa que, na verdade, era um ‘laranja'”, contou.

Ainda segundo a delegada, para escapar dos clientes, Rodrigo mudava constantemente de endereço, de número de telefone e de carro. Há poucos meses, a sede da Sirigueijo havia mudado do bairro de Amaralina para Santa Cruz. Foi na nova sede da empresa que ele foi detido, no último sábado (4).

Fonte: G1/BA

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close