BrasilNotÍcias

Acusado de matar namorada e flagrado com o corpo no porta-malas do carro, é preso depois de 12 anos

Caso ocorreu em 2007; suspeito foi condenado em 2014 e estava foragido desde 2018

Jardel de Pureza Souza, de 37 anos, foi preso na manhã desta segunda-feira (13), por equipes da Polícia Interestadual (Polinter). Ele é acusado de assassinar a facadas, em 2007, a então namorada e estudante de psicologia Milena Bittencourt Pontes, que tinha 26 anos. Jardel foi pego em flagrante com o corpo da estudante no porta-malas de seu carro. As informações são do portal G1.

De acordo com a Polícia Civil, o suspeito chegou a ficar preso durante um ano após ter cometido o crime e foi solto por força de um habeas corpus. Em 2014, Jardel foi condenado a mais de 14 anos de prisão por homicídio duplamente qualificado, por meio cruel e impossibilidade de defesa da vítima, além de ocultação de cadáver, mas não ficou preso por conta das ações de sua defesa.

Em março de 2018, a justiça expediu um mandato de prisão contra o acusado e desde então ele se encontrava foragido.

 

Tags
Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close