CinemaCultural

‘A lenda de Golem’ apela para um terror sangrento nas telonas

Filme já está em cartaz nos cinemas de Salvador

A primeira produção do cinema a ter como personagem um monstro foi “O Golem”, filme alemão de terror de 1915. De lá para cá, houve dezenas de versões com a criatura, inspirada num ser mitológico de origem na cabala.

 “A lenda do Golem” segue o modelo da criatura de barro que, por meio de um ritual, ganha vida para proteger os judeus da perseguição. Mas, na versão dos diretores israelenses Doron Paz e Yoav Paz, o monstro surge na forma de uma criança, alusão ao filho morto da personagem Hanna. Ela usa a Torá para criar o Golem e livrar sua aldeia de cristãos russos que culpam os judeus pela peste que assola a região.

O filme até faz um comentário sobre o papel da mulher numa sociedade machista, assim como aborda o perigo de brincar de Deus, usando como referências, respectivamente, “A bruxa” e “Frankenstein”. Mas esses temas são pouco trabalhados e se perdem, pois os irmãos Paz resolvem investir num banho de sangue apelativo.

Tags
Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close