NotÍcias

‘YouTube’ vai banir vídeos que promovam venda de armas

Conteúdo que mostre como montar ou modificar armas também será excluído

O “YouTube” decidiu que, a partir de abril, vai passar a banir vídeos que promovam a venda de armas ou de acessórios como o “bump stock”, usado para aumentar a velocidade do tiro de um rifle semiautomático. Conteúdos que ensinem como montar ou modificar armamentos com intenção de deixá-los ainda mais letais também serão pegos pelo pente fino da empresa.

 A decisão foi anunciada esta semana, dias antes da “March for Our Lives”, manifestação marcada para o dia 24 deste mês organizada pelos sobreviventes do tiroteio que deixou 17 mortos em uma escola de ensino médio na cidade de Parkland, Flórida.

— Embora tenhamos proibido a venda de armas de fogo, nós recentemente notificamos criadores sobre atualizações que iremos fazer no que cerca conteúdos que promovam a venda ou produção de armas de fogo e seus acessórios —, disse uma porta-voz do “YouTube” em declaração.

 Segundo informações do canal americano “Bloomberg”, dois canais já teriam sido prejudicados, mesmo a empresa garantindo que as novas diretrizes só passam a valer no próximo mês. Um deles, chamado “RangeTV”, chegou a afirmar na sua página no Facebook que passaria a publicar vídeos em um popular site americano de pornografia.
 Quando um atirador mator cerca de 60 pessoas depois de abrir fogo contra a plateia de um show em Las Vegas utilizando um rifle de assalto modificado com “bump stock”, o “YouTube” tomou medida parecida: vídeos que mostravam como fazer armas dispararem mais rápido foram banidos da plataforma.

O caminho escolhido pelo “YouTube” é similar ao de outros nomes envolvidos na venda de armas nos EUA. A pressão nas redes sociais fez com que grandes corporações se afastassem da indústria das armas. Empresas como a “Dick’s Sporting Goods” e Walmart limitaram a venda de armas em suas lojas.

Fonte: Agência O Globo

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
%d blogueiros gostam disto: